ESCOLA MUNICIPAL ERNESTO FRANCISCONE

ESCOLA MUNICIPAL ERNESTO FRANCISCONE

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Nosso quarto COC foi assim...


             Primeiro momento...

            Começamos o nosso 4°COC agradecendo a Deus por mais um ano letivo que se encerra. Apesar  dos grandes desafios  enfrentados, chegamos até aqui. Em seguida,  assistimos ao vídeo 

video
               
         Após assistir  ao vídeo, lemos a mensagem abaixo e  refletimos sobre mudanças e esvaziamento  de muitas situações   que acabam nos tornando guardadores  de coisas que já não são necessárias para nós e que não nos acrescentam mais nada. É hora de pensar  no novo...   



                     Após um deliciosos café da manhã, seguimos para o desenvolvimento de nosso  COC...
   


É hora de avaliar...




                   É no Conselho de Classe  que os professores se reúnem com o objetivo de analisar os processos de ensino e de aprendizagem sob  muitas perspectivas. São discussões que tornam favoráveis a análise do currículo, da metodologia aplicada e do próprio sistema de avaliação. É a hora de repensar as nossas práticas pedagógicas, dando um novo significado as nossas ações em sala de aula. Então vamos lá!!  


Segundo momento...

Como sempre,  nossos COCs são sempre alegres, cheios de brincadeiras e muita comida...


Chegou a hora do nosso amigo oculto... depois seguimos para  um deliciosos almoço de confraternização...



E assim foi o nosso 4° COC, sempre muito animado!
Parabéns aos nossos professores pelo empenho, pelo entusiamo  e pela superação mesmo diante de tantas dificuldades!
Batam palmas pra eles que eles merecem!!









    

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Mais Educação acontecendo...

                                                        Nossa Oficina de Capoeira...

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Franciscone acontecendo...



No último dia 28.11, o Projeto “Esse Cara sou Eu”, elaborado pelas professoras Renata Mira e Cátia Cilene e abraçado por toda a escola, tomou conta da Ernesto Francisconi. O projeto, que teve início no dia 13.11 e culminou nesta sexta-feira, nasceu da ideia de resgate da história física e social da U.E. a partir da memória afetiva de funcionários e ex-funcionários, com enfoque na figura emblemática do Patrono da instituição, a fim de reconstruir sua identidade, autoestima e espírito de renovação da escola.
A curiosidade sobre o Patrono instigou os alunos, que ao longo de quase todo o mês de novembro, realizaram atividades ligadas à vida e obra de Ernesto Francisconi produzindo lindos trabalhos para exposição: vídeos, murais, cartazes e até mesmo um pequeno jornal, para divulgar a figura do nosso patrono e a nossa história para toda a comunidade escolar! Vamos conferir!
(Prof.ª: Renata Mira)
                  
 
VOCÊ CONHECE O NOSSO PATRONO?


Ernesto Francisconi nasceu em 13 de novembro de 1891, no Rio de Janeiro. Desde sempre apresentou talento para o desenho, sendo aluno e professor do Liceu de Artes e Ofícios, chegando a lecionar por mais de 28 anos. Durante sua carreira trabalhou no jornal “O GLOBO” como ilustrador e caricaturista, e dirigiu algumas peças apresentadas no Teatro Ginásio do Liceu, um espaço que ajudou a fundar. Entre muitas curiosidades, Francisconi não gostava de ser conhecido por seu primeiro nome, e humilde, muitas vezes não gostava de assinar seus próprios trabalhos, assumindo até mesmo o pseudônimo “Stel” por alguns anos, em homenagem a uma mulher chamada Stela. Francisconi, faleceu em 15 de setembro de 1947, em decorrência de problemas cardíacos. Em memória de sua vida e obra, tornou-se Patrono da nossa escola!
(Prof.ª: Renata Mira)
 Fontes: Texto de Alba Bielinski feito a pedido de Leonardo Lopes.
                  Jornal “ Dom Casmurro”- ANO VII- Nº 229 de 1943


VOCÊ CONHECE A NOSSA ESCOLA?


A Ernesto Francisconi foi inaugurada em 06/12/1926 com uma matrícula inicial de 23 alunos, sendo o prefeito na época Prado Júnior. Funcionava anteriormente na Estrada dos Telégrafos, 332- Viegas, em Senador Camará.
A primeira diretora foi Deolinda Marinho T. Lima.
Como a escola funcionava de forma precária, foi construído um novo prédio na Rua Mucuripe, 151- Senador Camará, com dois pavimentos e 12 salas, em 1970.

(Texto retirado do “Jornal da Ernesto” produzido pelas turmas 1501, 1502 e 1503, sob o comando da Profª Deise e Profª Jaqueline, em edição especial para o projeto “Esse Cara Sou Eu!”.)


Assim nasceu o Projeto Ernesto Franciscone...




Como trabalhamos este Projeto?

Introdução

A E.M. Ernesto Francisconi é um polo educacional para a região onde está localizada e já foi referência para a comunidade escolar neste sentido. Atualmente, a escola perpassa por um momento de transição, no qual o resgate da história física e social através da memória afetiva, com enfoque na figura emblemática do Patrono da instituição, torna-se elemento fundamental para a reconstrução de sua identidade, autoestima e espírito de renovação.
Neste sentido, este projeto não apenas tem por intuito reestabelecer o reconhecimento da unidade escolar sobre os alicerces de sua própria história, como aproximar o aluno da mesma o levando a participar ativamente dessa proposta de contextualização do meio escolar onde estão integrados.


►Objetivos:
·        Instigar a curiosidade sobre a figura de Ernesto Francisconi, enquanto Patrono da U.E., provocando a pesquisa e o conhecimento sobre sua vida e obra, importância social e cultural e seu ofício.
·        Resgatar a identidade da escola através da reconstrução da história física e social a partir da memória viva (relatos, experiências), e acervo de imagens.
·        Elevar a autoestima dos alunos e funcionários, com ênfase no compromisso com o espaço escolar, respeito e cooperatividade.
·        Reapresentar o hino da instituição, como mais um instrumento para celebrar o Dia do Patrono e os anos de existência da Ernesto Francisconi.
·        Divulgar a pesquisa e o aprendizado para a comunidade escolar através de diferentes textos e enfoques.

►Justificativa:
Dia do Patrono – 13 de novembro.

►Público-alvo:
Alunos da E.I. ao 6º ano e Projetos.

►Duração:
Durante o decorrer do mês de novembro.

►Recursos:
·        Pesquisa biográfica.
·        Fotos.
·        Relatos e experiências de membros e ex-membros da comunidade escolar sobre a escola.
·        Materiais diversos para confecção de murais e material de divulgação.
·        CD com o hino da escola.
·        Recursos Audio-visuais.
  
►Desenvolvimento:

1º MOMENTO: Conversa informal sobre Ernesto Francisconi. Apresentação do patrono através de foto, informações pessoais e dados de pesquisa. Apresentação do hino da escola.


2º  MOMENTO: Atividades


GRUPAMENTO

ATIVIDADES

E.I.


   .Livro Ilustrado
   Trabalhando o imaginário: desenho livre do patrono da escola.


1º ano/ 2º ano
  .Perfil
   Trabalhando a    identidade do patrono: dados importantes-        nome, data de nascimento, nacionalidade, profissão.


3º ano

  ·Jornal mural e propaganda de memórias.
  Confecção de murais: divulgando perfil do patrono história da    escola, hino/ coletânea de memórias e relatos.


4º ano

  ·Entrevistas e relatos.
  Coleta de informações: entrevistas com funcionários e ex-    membros da comunidade escolar.
  (Perguntas produzidas coletivamente pela turma)

5º ano 

·  Banca de jornal
   Produção de pequeno folheto informativo trazendo texto    produzido coletivamente pela turma sobre vida do patrono e    história da escola.
( Distribuição do folheto/ jornal para alunos e funcionários)

6º ano/ projetos
 ·Oficina de Caricaturas
  Produção de caricaturas de celebridades.
  O que é; principais características, exemplos de caricaturas e    caricaturistas.

3º  MOMENTO:  Culminância do Projeto
·      Exposição dos trabalhos. Distribuição dos jornais;
·      Divulgação dos textos, pesquisar e trabalhos no blog;
·      Reapresentação do hino da escola cantado.

Projeto elaborado pelas professoras Renata Mira e Cátia Cilene
 Ano 2014




Foram dias de pesquisas para o resgate de nossa História...

Houve uma conversa informal sobre Ernesto Francisconi. Apresentação do patrono através de foto, informações pessoais e dados de pesquisa. 


Olha só o que encontramos...


foto 





Jornal



Textos informativos
(Texto elaborado por Alba Bielinski a pedido de Leonardo Lopes para resgate de informações sobre o patrono da Escola Municipal Ernesto Franciscone.)

Ernesto Franciscone
Ernesto Franciscone foi aluno e professor do Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro, fundado em 23 de novembro de 1856 e mantido pela Sociedade Propagadora de Belas Artes- SPBA. Estas instituições farão 156 anos no próximo dia 23.
Franciscone matriculou-se em 1907 e iniciou seus estudos no Curso Artístico, revelando acentuada aptidão para o desenho.

Prédio na rua Treze de Maio -  onde estudou  / Foto de Marc Ferrez

Em 1o de janeiro de 1916 assumiu a regência de uma das aulas de Desenho de Sólidos Geométricos, logo em seguida obteve um cargo como funcionário da SPBA.

Prédio do Liceu na Av. Rio branco - onde lecionou / Foto de Aléssio Caruso
Ocupou no jornal O Globo o cargo de ilustrador e caricaturista. onde publicou vários retratos, feitos a bico-de-pena, que executava com especial competência. O Globo foi fundado no prédio do Liceu, na rotunda, e aí permaneceu até 1954 quando se transferiu para a Rua Riachuelo.
Parte do prédio do Liceu no Largo da Carioca /Foto de Aléssio Caruso
O Globo e Livraria Freitas Bastos


 Ernesto Franciscone também se interessava pelo teatro e por diversas vezes tentou esse ramo da arte, mas não chegou a conquistá-la com ator.
Contudo, ele pode demonstrar seu apreço e entusiasmo pelo teatro, ao se empenhar para a criação e a fundação do Departamento Cultural de Artes Cênicas da SPBA, em 17 de novembro 1937, com o objetivo de difundir essa arte no corpo discente do Liceu, trazendo mais um complemento educacional para a instituição. 
Acervo SPBA

O Departamento Cultural de Artes Cênicas sempre recebeu a dedicação e o apoio constante do Professor Ernesto Francisconi. Várias peças foram montadas com sucesso pelos alunos no Teatro Ginástico e posteriormente no Teatro do Liceu. Era um teatro pequeno, surgido no início da década de 1940, montado no último andar da rotunda do prédio. Nele, além das peças, também eram realizadas palestras e apresentações comemorativas do dia 23 de novembro, aniversário da SPBA e do Liceu.


 Evento comemorativo / Acervo SPBA
                                      Teatro do Liceu                                     


          A peça encenada para comemorar a inauguração do Departamento do Liceu foi: Uma Noiva Perigosa. Comédia em três atos sob a direção de Ernesto Franciscone e Sá Vinhaes noTeatro Ginástico em 28 de novembro de 1938. Patrocinada pela: Associação Brasileira de Imprensa - ABI, que na época tinha por presidente Herbet Moses, sócio honorário da SPBA. Outras peças se seguiram sob a sua direção. Os alunos do Liceu e professores atuavam como atores.
Na peça Uma Noiva Perigosa estreou, aos nove anos de idade, e começou sua carreira, a atriz e radialista Daisy  Lúcidi, que depois participou da peça Uma Mulher  Decidida, de Aldo Maurício, também dirigida por Franciscone. Comédia em três atos apresentada no Teatro Ginástico em 18 de janeiro de 1940 onde fazia o papel de Julinha. Foi elogiada  pela  crítica: “representa como gente grande” e “a menina é um assombro,  garota revelação...”
Ernesto Franciscone exerceu o cargo de secretário na Diretoria do Liceu do ano de 1932 ao de 1940. Ele também foi professor de Morfologia e Desenho do Liceu, onde lecionou até seu falecimento repentino, na casa de chá “Ponto Chic” (situada também no prédio do Liceu), na noite de 15 de setembro de 1947.
O Departamento Cultural de Artes Cênicas da SPBA, criado por Franciscone, embora tenha sido extinto, permanece  dando frutos.
No Teatro do Liceu de Artes e Ofícios na Frederico Silva.86, Praça Onze será apresentado o musical Noel Rosa – a obra do mestre no dia 22 de novembro,às19:00h.

Acervo SPBA
Bibliografia:
BARROS, Álvaro Paes de. O Liceu de Artes e Ofícios e seu fundador. Rio de Janeiro: Serviço Gráfico do IBGE, 1956.
BIELINSKI, Alba Carneiro.  Fragmentos de uma trajetória - Síntese histórica dos 138 anos do Liceu de Artes e Ofícios. RJ, Monografia / UNI-RIO, 1995. Registro 99.480 - Fundação Biblioteca Nacional/ Direito Autoral.
BIELINSKI, Alba Carneiro. Diretorias e Cronologia Sucinta da Sociedade Propagadora das Belas Artes e do Liceu de Artes e Ofícios - 141 anos. RJ, Liceu de Artes e Ofícios, Nov/1997. Folheto de divulgação da história da instituição. No  Registro: 155.596 - Fundação Biblioteca Nacional/ Direito Autoral
BIELINSKI, Alba Carneiro. Sociedade Propagadora das Belas Artes e Liceu de Artes e Ofícios – 1856 /1999. RJ, Liceu de Artes e Ofícios, Nov/1999. Textos sobre a história da instituição. No  Registro: 194.249 - Fundação Biblioteca Nacional/ Direito Autoral. 



 









Recordar é viver... assim aconteceu há alguns anos atrás
Missa

 Dia das Crianças

Dia do Índio

 Festa da Primavera

Aniversário

Caipira

Caminhada Ecológica


Agora é a hora da culminância de nosso projeto 
"Esse Cara Sou Eu"

Tivemos  a participação de toda Comunidade Escolar...




Começamos  cantando  o Hino Nacional
As nossas crianças  surpreenderam!

Em seguida,  falamos sobre o Patrono da Escola e a importância pedagógica do Projeto realizado

 Professora Cátia Cilene

Professora Maria de Fátima(Coord. Pedagógica)

Professora Renata


Apresentamos também o Hino da nossa  escola...

A professora Renata produziu um vídeo  com nossos alunos...

É o momento de ver o que os nossos alunos produziram...





Jornal produzido por nossos alunos


























Os responsáveis compareceram...
















Fechando a ANO de 2014 com chave de ouro!!!